quinta-feira, 10 de maio de 2012

VIVER




Viver não é preencher o dia-a-dia...

Viver é crer em alguma coisa, é sonhar com algo belo, é acreditar e ter esperanças de que o amanhã será melhor...

Viver é nunca descansar enquanto no mundo houver ódio...

Viver é lutar sempre por um ideal, é nunca nos darmos por vencidos...

Viver é acreditar que não existe nada impossível, é lutar para realizar um sonho...
 
"Filosofia do Sucesso"
(Napoleon Hill)

Se você pensa que é um derrotado,

você será derrotado.
Se não pensar, quero a qualquer custo,
Não conseguirá nada.
Mesmo que queira vencer, mas pensa que
não vai conseguir,
A vitória não sorrirá pra você.
Se você fizer as coisas pela metade
Você será um fracassado.
Nós descobrimos neste mundo
que o sucesso começa pela intenção da gente,
e tudo se determina pelo nosso espírito.
Se você pensa que é um malogrado
você se torna como tal.
Se você almeja atingir uma posição mais elevada
Deve, antes de obter a vitória
Dotar-se da convicção de que conseguirá infalivelmente.
A luta pela vida, nem sempre é vantajosa
aos fortes, nem aos espertos
Mais cedo ou mais tarde
Quem cativa a vitória é aquele que crê plenamente:
"Eu conseguirei"

Os dez mandamentos das relações humanas


1) Fale com as pessoas. Não há nada tão agradável e animador quanto uma palavra de saudação.

2) Sorria para as pessoas. Não tem dinheiro que pague um sorriso sincero.

3) Chame as pessoas pelo nome. A música mais suave para muitos é ouvir o seu próprio nome.

4) Seja amigo e prestativo. Se você quiser ter amigos, seja você um amigo leal.

5) Fale e aja com sinceridade. Tudo quanto você fizer, faça-o com todo o prazer.

6) Interesse-se sinceramente pelos outros.
7) Seja generoso em elogiar e muito cauteloso em criticar.
8) Saiba considerar os sentimentos alheios.

9) Preocupe-se, sem exageros, com a opinião dos outros, não porque não tenhamos a nossa vontade, porém às vezes estamos laborando em engano.

10) Aquilo que realmente vale em nossa vida é aquilo que fazemos para os outros.

quarta-feira, 2 de maio de 2012



Texto de Leo Buscaglia. Retirado do livro "Vivendo, Amando e Aprendendo".

Rir é arriscar-se a parecer tolo.
Chorar é arriscar-se a parecer sentimental.
Estender a mão aos outros é arriscar-se a se envolver.
Mostrar os seus sentimentos é expor a sua humanidade.
Expor suas ideias e sonhos diante do povo é arriscar a sua perda.
Amar é arriscar-se a não ser amado.
Tentar é arriscar-se ao fracasso.
Mas os riscos têm que ser corridos, pois o maior perigo na vida é não arriscar nada.
A pessoa que não arrisca nada não faz nada, não tem nada e não é nada.
Pode evitar o sofrimento e o pesar, mas não pode aprender sentir, mudar, crescer, viver ou amar.
Acorrentado por suas certezas e vícios, é um escravo.
Sacrificou o seu maior predicado, que é a sua liberdade individual.
Só a pessoa que arrisca é livre.



Não importa com o que você esteja desapontado neste instante, se é seu estilo de vida, seu relacionamento, etc. isto já faz parte do seu passado. A estrada de sua vida ainda está para ser definida por você, é sua para formar o que você deseja ser.

Se você não está satisfeito como as coisas tem estado até este momento, há uma abundância de outras opções para você. Caso esteja desapontado como o seu progresso, isto é um sinal de que você necessita de mudança.

Recuse a deixar o seu passado "contaminar" o seu futuro. Todo dia é uma nova oportunidade. A necessidade de continuar com seus erros do passado existe apenas na sua imaginação.
Na realidade, você possui tanto potencial para o sucesso quanto a maioria das pessoas que conseguiram.

Agora mesmo, um novo você está se formando em sua vida. Este novo você é: positivo, disciplinado, apaixonado, com foco e capaz de alcançar o que imagina. O velho você pode assim desaparecer dentro de sua memória do passado. O novo você irá formar o seu futuro.